show

Foi a minha mudança para Lisboa que desencadeou a minha busca pela cerâmica. Quando eu e o meu marido fizemos residências artísticas em Aveiro, nos principais fabricantes de porcelana de Portugal, a Vista Alegre, encontrei a minha paixao que se torno o meu trabalho. O meu estilo evoluiu ao longo do tempo de vasos minimalistas simples, brancos e feitos com molde para o uso mais orgânico e "prático" de rolos de barro para criar peças de cerâmica maiores, mais esculturais e geométricas. Os meus interesses na forma são arquitetônicos; concernente a intersecções de ângulos, sombras e planos, mas com um importante toque de imperfeição e assimetria. “Tem que haver um elemento de tensão, senão tiramos a humanidade da peça que a torna mais viva e especial”.

Não foram encontrados produtos correspondentes à sua pesquisa.