SELO CONSCIENTE

O Selo Consciente nasce da vontade de avaliar e comunicar numa imagem apenas o impacto societal de um determinado produto. Não é apenas um selo de qualidade, nem tão pouco um selo de apenas carácter ecológico ou social. É tudo isso e muito mais. O Selo Consciente é uma forma de classificação de produtos expedita que reflete boas práticas de produção e agrega mais de 120 indicadores em 4 dimensões, oferecendo uma visão global e simples para um consumo informado, responsável e portanto consciente.

O que é o selo consciente?

O selo consciente é um dos pilares fundamentais da Corrente e a ferramenta pela qual garantimos a todos a qualidade e a sustentabilidade não apenas dos produtos mas também da forma como foram produzidos, embalados, etiquetados e transportados até si. Neste sentido é uma distinção não apenas de qualidade e responsabilidade mas acima de tudo uma distinção ímpar ao nível da Sustentabilidade integral de um produto e do seu processo de produção e distribuição. O Selo tem também como objectivo apoiar pequenos e médios produtores a avaliarem e melhorarem a Sustentabilidade dos seus produtos e processos de produção ao mesmo tempo que pretende apoiar os consumidores na procura de um consumo mais responsável, mais sustentável e consciente.

O que avalia e como

O selo consciente avalia os produtos, os espaços de produção e o funcionamento interno das marcas em mais de 120 indicadores e em 4 dimensões: ecológica, social, ética animal e saúde humana. Os indicadores procuram reflectir as melhores práticas em sustentabilidade, responsabilidade social e ética empresarial, reconhecidas por vários organismos internacionais e utilizadas em processo de certificação internacional. Estes indicadores encontram-se divididos em duas categorias-chave – obrigatórios e complementares – sendo que qualquer produto para estar presente na Corrente deverá preencher os requisitos de todos os indicadores obrigatórios e no mínimo obter uma classificação de 3 estrelas. Os restantes indicadores complementares visam diferenciar produtos com 3, 4 ou 5 estrelas em cada uma das dimensões do selo consciente. A avaliação é feita através de três questionários e validada posteriormente e sempre que possível com uma visita técnica de um membro da equipa do selo consciente.

A classificação da dimensão saúde humana aplica-se apenas a produtos com consumo directo, uso ou contacto mais continuado pelo utilizador final (comida, cosmética, roupa e brinquedos).

Todos os produtos com Selo Consciente:

– São portugueses;

– Têm menos de 10% de componentes plásticos ou sintéticos

– Têm validade mínima de um mês;

– Têm práticas ecológicas responsáveis;

– Têm práticas socialmente responsáveis;

– Não implicam morte animal;

Como submeter um produto ao selo consciente

A classificação é realizada por uma equipa técnica de avaliação de boas práticas, sendo consideradas as práticas de funcionamento interno da marca, os locais de produção e os processo produtivos através de questionários e a possibilidade de visitas de verificação.
A avaliação tem diversos indicadores por cada dimensão – escolhidos tendo em conta as melhores práticas internacionais de certificação em Sustentabilidade – sendo alguns de carácter obrigatório para a atribuição do Selo e outros de carácter opcional. Em cada dimensão e consoante o número de indicadores preenchidos satisfatoriamente é atribuído uma classificação entre 1 a 5 estrelas, sendo o mínimo para constar na Corrente 3 estrelas.

Filtros Corrente

Para facilitar a pesquisa pelas páticas de produção mais pertinentes para cada consumidor/a existem filtros corrente com base em informação dos produtores sobre as suas práticas, nomeadamente:

100% Natural – Produtos que integram somente componentes de natureza orgânica ou química, biodegradáveis, sem sintéticos ou de origem petrolífera, nas categorias: comida, cosmética, roupa, brinquedos (avaliados na dimensão Saúde Humana).

Artesanal – A produção é considerada artesanal.

Bio – Produtos que possuem certificação biológica.

Vegan – Produtos sem quaisquer materiais de origem animal.

Upcycling – Produtos cujas matérias primas são no mínimo 80% reutilizadas.

show